Arrependimento. Uma declaração de Guerra contra o “Velho Eu”

Declare Guerra

Declare Guerra

Quem conhece a Cristo sabe que essa luta nunca acaba, mas de vez em quando a gente pede uma trégua disso tudo porque somos os dois lados nessa batalha “o que fere e o ferido”. Mas eu quero encorajar através desse texto o lado que vai vencer depois de tudo, “o lado mais forte” como diria um amigão meu.

Ok, você conhece a Cristo e sabe que os seus erros te levam pra longe daquilo que Deus quer. Não adianta ficar sentindo culpa porque essa é uma arma tóxica do seu “velho eu” querendo envenenar as suas reservas de forças, os seus mananciais de água que se dão através dos seus momentos de intimidade com Deus e suas reservas de alimento que são as palavras de Deus impressas em seu coração. No entanto, você também não pode, e nem quer ser cínico diante do grande General, não isso?

Se os teus pecados te causam tristeza isso é positivo, porque se eles não fizessem a menor diferença para você isso significaria a ausência do Espírito Santo na sua vida. Mas como o inimigo é mal e a gente não pode “ignorar seus ardis”, ele tenta te jogar na fossa por causa dos teus erros ou pela repetição deles. Se liga nisto aqui:

2Co 7:10Porque a tristeza segundo Deus opera arrependimento para a salvação, da qual ninguém se arrepende; mas a tristeza do mundo opera a morte.

Seja liberto por essas palavras agora. Deixe a tristeza segundo o mundo e dê efeito à sua salvação num caminho de arrependimento que vai te levar mais perto de Deus.

Arrepender-se é uma mudança. Quando Cristo nos diz: “Arrependei-vos, porque é chegado o Reino dos céus.” Ele não apenas nos dá uma razão para mudarmos, mas o mestre também muda o foco dessa transformação através da sua graça.

O Arrependimento no Velho Testamento sempre potencializava o erro para que as pessoas tivessem noção de que aquilo que elas fizeram criou uma dívida com Deus que só era paga a preço de sangue. Deus fez isso para que as pessoas vissem que sua vontade era a melhor escolha. Ao invés disso, as pessoas se tornaram sínicas a ponto do templo ter virado um lugar onde esses sacrifícios “pessoais” eram comprados e vendidos sem a menor relevância.

Cristo muda o foco disso, Ele não nos orienta a mudarmos “DE” mentirosos para cínicos, “DE” materialistas para alguém que não se dá conta da vontade Deus. Cristo nos convida a mudar “PARA” o reino dos céus. E o reino dos céus aí significa onde a vontade de Deus é obedecida, onde a nossa ligação com Ele é re-estabelecida e o seu amor nos dá uma nova noção dos planos Dele para nós.

Vai nessa fé e não desiste da Batalha Ok! Estamos todos juntos nisso aí.

~ por williamcosmo em 7 julho, 2009.

Uma resposta to “Arrependimento. Uma declaração de Guerra contra o “Velho Eu””

  1. Parabéns! Ás vezes é preciso que os servos do Senhor nos oriente através do Espírito para que as verdades lidas não sejam apenas mera informações. Que Deus o abençoe!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s